Resenha: Sorrisos Quebrados - Sofia Silva

Editora Valentina
240 páginas
2017

Sorrisos Quebrados gira em torno de três personagens: Paola, André e Sol. Todos marcas da violência, seja ela do tipo que for. Após ter sido vítima de um ataque, Paola vive em uma clínica, onde confia em poucos e passa o dia pintando e salvando sua vida. Até que a luz que faltava em sua vida chega, no tamanho de uma criança chamada Sol. E arrastado a ela, seu pai, André. Agora, todos estão juntos, mas ocos, tentando encontrar algo que façam-nos reconstruirem-se.

Para ser sincera, eu nunca havia ouvido falar no livro Sorrisos Quebrados até que a Editora Valentina anunciasse sua publicação. Foi uma surpresa bem grande saber a grande euforia que a obra causava e amor à primeira vista pela capa, complementado em seguida pela sinopse. Quando iniciei a leitura, eu confesso que acreditei que fosse me decepcionar. Entretanto, Sofia Silva conseguiu me conquistar com sua escrita e personagens.

“O universo pode ser escuro, mas basta uma estrela para iluminá-lo.”

A escrita de Sofia Silva teve um efeito bastante positivo em mim. A autora tem uma escrita bastante poética e carregada de suavidade e sensibilidade, onde as cenas mais pesadas (que são bastante tristes e pesadas. Silva não hesita em escrever cenas detalhadas para chocar e trazer realidade à trama) são bem melancólicas. Focado em reflexões, há muitas passagens belíssimas, muitas com comentários acerca do universo e cores e suas relações com os traumas vividos pelos personagens principais da história.
Confesso que com menos da metade da história, ela fosse ficar monótona, considerando que muita coisa importante já havia acontecido e a evolução decaiu um pouco. Entretanto, a história é dividida em partes e logo a segunda termina, seguindo um caminho diferente do esperado e trazendo novamente a evolução na narrativa, deixando-a melhor do que no início. Além disso, as explicações aos poucos começam a ser dadas. Enquanto sabemos tudo o que aconteceu com Paola antes, não sabemos algns detalhes do depois de sua vida. E os detalhes sobre André e Sol são revelados bem aos poucos.

Pra quem já acompanha o blog, sabe que eu não sou fã de livros eróticos. Sorrisos Quebrados não trata-se de um livro erótico, porém, contém muitas cenas, o que me surpreendeu. E positivamente, porque considerei uma das cenas como a melhor cena de sexo que tive a oportunidade de ler. A história de Sofia Silva contém cenas diferenciadas, intensas, especiais e ao mesmo tempo, singelas e poéticas. Além disso, puxa para o lado mais romântico, o que muito me agradou. Atento para isso por saber que mais pessoas não são fãs desse tipo de cena, como eu, e posso dizer que gostei muito.

Porém, o principal de Sorrisos Quebrados é a mensagem passada e o tema retratado. Sofia Silva tem como tema falar sobre a violência, principalmente doméstica. Todos os personagens – não apenas os três principais - são complexos, cheios de traumas e cicatrizes e a história é sobre se permitir recuperar e como diria a personagem Paola, deixar que alguém costure a tela que você é e pinte por cima. Os passados dos três protagonistas são reais e um tanto conturbados, carregados de um drama que convence, que me remeteu às histórias de uma autora que gosto bastante.

Por isso, Sorrisos Quebrados é recomendado para quem gosta de romances carregados de drama e cenas emocionantes, com uma linguagem bem poética. Além disso, tanto os leitores mais chegados na literatura erótica, quanto os que não são tão chegados poderão admirar a bela história de Paola, Sol e André.

“Fujo quando, pela primeira vez, não quero.”

Sobre a série:
Sorrisos Quebrados é o primeiro livro da série Quebrados. O segundo livro já foi confirmado para ser lançado no Brasil.

2 comentários:

  1. Thanks for the share, keep up the posts. Always love checking out your blog.
    Scarlett

    ResponderExcluir
  2. Eu fiz de tudo para gostar desse livro e queria mesmo, mas não consegui aceitar o fato dela ter sofrido um GRANDE trauma, ficar anos tentando se recuperar e se apaixonar logo de cara por um cara que fez ela sentir medo.. Pra mim ela merecia bem mais que o André, sei lá... Ver a forma isolada de como ele tratava a mãe dele ou algumas partes em que ele comparou ela com a ex e disse que todas as mulheres são iguais.. me fez sentir que ele tbm tinha um perfil de abusador =/;;
    Mas amei a proposta da autora e é um tema que merece e deve ser discutido sempre..
    Beijos

    Sai da Minha Lente

    ResponderExcluir