[Mangás #5] HAL - Umi Ayase

Bem-vindos ao nosso quinto post sobre mangás!
Espero que vocês estejam gostando dessa seção e que estejam anotando muitas dicas daqui!
Sem mais delongas, o post de hoje é sobre um mangá recente da Panini, chamado Hal. Ele é volume único e gosto muito de trazer esses para vocês porque pode chamar a atenção de quem não conhece ou lê muitos mangás, seja por não conhecer ou por normalmente, mangás terem bastantes volumes. Assim, é uma oportunidade de ler uma história, no caso de Hal, fofa e bonitinha, ótima para soltar algumas lágrimas.

Em um futuro não muito distante, pessoas convivem em harmonia com robôs humanoides. A jovem Kurumi passou a se isolar após perder o namorado em um acidente de avião e seu avô recorre ao uso de um robô para ajudá-la. E eis que Q-01 toma a forma de Hal e começa a interagir com a garota para que ela volte ao normal… Esta é a história de dois amantes que se preocupavam muito um com o outro…

Até ver o mangá na banca, eu nunca tinha ouvido falar em Hal. Sabia apenas - no momento em que conheci - que a capa era linda e a sinopse era triste e curiosa ao mesmo tempo. A surpresa é que o mangá é a novelização da animação de mesmo nome lançada no Japão em 2013. Ou seja, o mangá não veio primeiro e sim, foi escrito a partir do roteiro do filme. Devo afirmar também que, particularmente, achei a arte do mangá bem mais bonita que a do filme.

Hal é resumido perfeitamente com a sinopse. Ele é um garoto que namorava Kurumi e falece em um acidente terrível de avião - e há a cena no mangá. Entretanto, eles vivem em um ano onde robôs humanoides já convivem com humanos, e cabe a um deles tomar a forma de Hal, já que desde a morte dele, Kurumi não é mais a mesma.
Segue-se então um romance extremamente delicado, a medida que o robô precisa conhecer mais sobre o garoto que passou a ser e conquistar a garota que parece perdida no mundo. Há muitas cenas românticas e sensíveis, principalmente sobre as coisas que Kurumi escreveu em um cubo mágico e Hal precisa decifrar com o intuito de realizar os desejos dela.
Um aspecto positivo é que, normalmente, por se tratar de um volume único, eu esperava que as cenas fossem ser corridas e que eu não fosse me identificar e torcer pelo casal. Não foi o caso, já que Umi Ayase conseguiu fazer, em poucas páginas, o suficiente para que o romance que renascia fosse convincente.

Um aspecto importante a se mencionar é que há muitos flashbacks sobre como era o relacionamento do casal antes dele morrer, onde podemos entender que nem tudo era perfeito, já que o rapaz tinha um passado bem obscuro.

A edição está muito bonita, com capa fosca e acompanhando um marca páginas. Entretanto, por vir esse brinde, Hal não veio como os outros volumes únicos da Panini, vindo sem orelhas, algo que senti falta. O mangá custa R$16,90, valor de volumes do tipo na editora, o que me faz ficar mais decepcionada por não ter orelhas na capa. Você pode encontrar nas bancas e lojas especializadas.
Hal não é o tipo de mangá que tem ação ou traz reflexões, sendo puramente romântico e ótimo para destruir o coração.

18 comentários:

  1. Não tenho costume de ler mangá mas esse parece ser muito lindo! A capa me chamou atenção, e por ser volume único acho que é mais fácil de acompanhar e pegar gosto.
    Beijos!
    Páginas Empoeiradas

    ResponderExcluir
  2. Olá, tudo bem? Nunca li um mangá e nem tinha vontade, mas você me deixou curiosa para ler esse, vou ver se encontro por aqui... :)

    Beijos,
    Duas Livreiras

    ResponderExcluir
  3. Eu nunca li um mangá (embora ja tenham tentado me fazer ler kkk), mas esse me deu uma vontade enorme de ler. Deve ser porque não resisto a um romance kkk

    Beijos
    http://novolivronovoamor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Nao tenho o costume de ler mangá pois sao poucos que tenho um grande interesse, mas olha, esse eu adorei, tanto é que irei pedir de presente kkkkk Adorei sua resenha, parabens.

    ResponderExcluir
  5. Olá eu nunca Li um mangá. e de muitos artigos que já li sobre o gênero. Este foi o primeiro que me despertou o desejo de ler. Achei a capa linda, e gostaria de ter visto, mais páginas do mangá. Dica anotada. Adorei a resenha

    ResponderExcluir
  6. Oiii Camila tudo bem?
    O único mangá que li e tenho é Elfen Lied, esse que tu trouxeste, parece ser bem fofinho e emocionante, ótima dica.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  7. Oi, Camila!
    Eu nunca li Mangas, mas tenho muito interesse! E o fato desse mangar ser um volume único me chamou a atenção. A premissa dele também é muito boa, humanos com robôs sempre é um tema que eu gosto de ler.
    Parabéns pela resenha!

    Beijos!
    Eli - Leitura Entre Amigas
    http://www.leituraentreamigas.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Adoro mangás! E esse volume único é uma leitura bem-vinda diante de tantas séries enormes (como Bleach, por exemplo). Uma pena os mangás da Panini serem caros assim e ainda não terem o acabamento dos demais títulos. Eu gostei desse título, me pareceu bem melancólico, na verdade. Vou procurar por ele.
    Bjos!
    Por essas páginas

    ResponderExcluir
  9. Eu comecei q ler mangas a pouco tempo, por influencia do meu sobrinho e também porque quero falar sobre no meu blog. Anotei a dica. Fiquei realmente encantada com a sinopse e por tudo que você pontou da história. Robôs e humanos é um tema que me fascina.

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Oi, tudo bem?
    A premissa da história é bem interessante, uma pena que eu não leia mangás :(
    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Olá! Tudo bem?
    No início desse ano estipulei como uma meta literária, ler ao menos um mangá ou edição de livro em HQ por semestre, pra me habituar ao estilo e adorei essa indicação. Obrigada!!! Bjoooo

    www.blogpapelpapel.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Nunca tive interesse por esse tipo de leitura. Sei que faz a cabeça de muitos e pelo visto esse parece ser bem produzido graficamente.
    Mesmo não lendo, vou indicar para meus conhecidos!
    Beijos!

    Camila de Moraes.

    ResponderExcluir
  13. Não costumo ler mangás, mas esse parece ser bem legal!
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  14. Own, que fofura!!!
    Eu não conhecia e achei que é um mangá tão lindinho e tão fofo. Gostei da sua resenha e eu acho que o leria sim, parece ser uma boa leitura.

    ResponderExcluir
  15. Olá!

    Li um mangá uma vez só e só parei porque era seriado. Esse parece ser bem bonito, ainda me surpreendo ao ver mangás românticos, os japoneses são bem frios e, ao escrever/desenhar algo assim, me parece que estão descobrindo novas sensações...

    ResponderExcluir
  16. Olá!
    Adoro mangás e já tinha ouvido falar antes desse. Espero ler em breve, adorei a resenha. Beijos!!!

    ResponderExcluir
  17. Oie Amore,

    Que lindeza esse blog, parabéns!!!
    Não sou muito de ler mangás, a não ser os da Turma da Mônica Jovem... mas até que me interessei pelo que vi por aqui viu.
    Mas no momento a grana tá bem curta, então fica pra um outro momento, ainda assim obrigada pela dica!

    Beijokas!

    ResponderExcluir
  18. olá... eu lembro de ter visto ele em banca mas dessa vez nao senti interesse em ler... o traço e´bacana mesmo, bom ele ser volume único, mas ultimamente tô dando prioridade em completar algumas coleções e o espaço tá ficando reduzido pra guardar por aqui...
    bjs...

    ResponderExcluir